Arquivo de janeiro de 2014

Peneira: avaliações de atletas para o ICASA

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Com o objetivo de buscar futuros talentos para o futebol, a ADRC Icasa realiza avaliações técnicas para jovens com idade de 15 a 19 anos. Para estar apto à avaliação, o atleta deverá preencher a ficha de inscrição disponível no site oficial do clube (www.icasafc.com), comparecer nas dependências do Centro de Treinamento Praxedão, localizado à Rua Frei Damião, 1720A, bairro Lagoa Seca, na cidade de Juazeiro do Norte, estado do Ceará, portando os documentos exigidos no cronograma de avaliação. Os interessados devem ler atentamente o cronograma.

CRONOGRAMA DE AVALIAÇÃO

Para solicitar a avaliação de testes na categoria de base da ADRC Icasa, o interessado deve seguir o seguinte cronograma abaixo:

1 – Ter entre 15 e 19 anos de idade:

2 – Providenciar os seguintes documentos:

Uma foto (tamanho 3×4);

RG (xerox) do atleta e responsável;

Declaração escolar (original);

Atestado médico recente (original);

Eletrocardiograma completo com laudo (original);

Ficha de inscrição devidamente preenchida.

Termo de responsabilidade devidamente preenchido.

3 – Trazer seu próprio material esportivo (Calção, Meião, Caneleira, Chuteira e etc)

4 – Não será cobrado taxa de inscrição.

5 – Comparecer na data e horário estipulado para avaliação, que acontecerá mensalmente na última segunda-feira, sempre a partir das 13:00 hs, tendo início no dia 29 de Abril de 2013. Os atletas deverão estar presentes com uma hora de antecedência para a avaliação.

5 – No ato da inscrição, é necessária a presença do responsável, portando os documentos comprobatórios descritos no termo de responsabilidade.

6 – É obrigatório o preenchimento e assinatura da ficha de inscrição, bem como o termo de responsabilidade.

7 – O atleta é inteiramente responsável pela sua estadia, deslocamento e retorno para a realização das avaliações.

8 – Os atletas aprovados nas avaliações não serão remunerados de imediato. A possibilidade de remuneração só será efetuada, quando o atleta for profissionalizado, com a anuência da coordenação das categorias de base, ou seja, os aprovados poderão permanecer nas categorias de base por período indeterminado sem haver a profissionalização.

9 – Os atletas deverão obrigatoriamente entrar em contato com o clube pelo telefone (88) 3512.1156, com 48 horas(2 dias) de antecedência à avaliação desejada, para tomar ciência de alguma alteração sofrida para a realização da avaliação, tais como mudança de horário ou data.

10 – A ADRC ICASA não dispõe de alojamento para os atletas oriundos das categorias de base. Os atletas são inteiramente responsáveis pela suas estadias, enquanto atletas da categoria mencionada acima.

IMPORTANTE: Só estarão aptos à avaliação, os atletas que estiverem acompanhados do responsável com a ficha, termo de responsabilidade e todos os documentos necessários em perfeita ordem.

Confira as datas de inscrição e avaliação abaixo.

Avaliações: Mensalmente na última Segunda-feira.

Horário das Avaliações: A partir das 13h ( comparecimento do atleta com uma hora de antecedência)

Avaliações 2014:

1º Avaliação: 27 de Janeiro de 2014 (Contactar o clube com 48 horas (2 dias) de antecedência à avaliação);

2º Avaliação: 24 de Fevereiro de 2014 (Contactar o clube com 48 horas(2 dias) de antecedência à avaliação);

3º Avaliação: 31 de Março de 2014  (Contactar o clube com 48 horas(2 dias) de antecedência à avaliação).

Francisco Paz de Lira – Presidente – ADRC Icasa

Ronaldo Monteiro de Araujo – Coordenador Categorias de Base – ADRC Icasa

Maiores informações:

Associação Desportiva Recreativa Cultural Icasa

Coordenadoria das categorias de base

Fone: (88) 3512.1156

Supervisor: Sr. Mariano – (88) 8807.1342

categoriasdebase@icasafc.com

Fonte: Futebol Webnode

10 Dicas para se destacar nas peneiras de futebol

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

1- Futebol é um esporte COLETIVO:  A primeira dica sempre é essa. Não adianta você querer chegar na peneira e achar que vai driblar todo mundo, fazer o gol e ser selecionado. Isso não prova sua aptidão para modalidade, que é coletiva, complexa, composta por inúmeros elementos além do drible e da finalização. Ou seja, acalme-se e jogue o jogo, faça-o com naturalidade e não seja fominha achando que está agradando.

2- Capricho na técnica do jogo:  É fundamental que o candidato demonstre domínio sobre os gestos técnicos do futebol. Ou seja, no momento em que participar dos treinamentos/testes deve-se realizar com plenitude e preservar as características ideais, um bom passe, cabeceio, drible, domínio, chute a gol, cruzamentos e etc.

3- Variabilidade Sempre: Além de apresentar um bom repertório de gestos técnicos , o futuro atleta deve tentar fazer uma ampla variação de cada um deles. Por exemplo, realizar passes com todas as partes dos pés (chapa, peito, trivela, calcanhar), chutes das mais variadas formas (peito, chapa, bico, trivela e etc).

4- Você conhece o Futebol? Táticas de jogo: É importante que o candidato conheça os sistemas de jogo (ex: 4-4-2,3-5-2, 4-3-3, 4-3-2-1..), a função de cada posição e como as posições se relacionam entre si. Isso facilita na hora de receber instruções dos avaliadores e causa uma boa impressão a eles.

5- Está perdido em campo? Posicionamento e jogo sem bola: Um dos itens mais decisivos é o posicionamento do atleta em campo, isso porque é um dos elementos do jogo mais complexos além de ser relativamente difícil de ensinar posteriormente. Isso inclui noções de cobertura, trocas, antecipações, interceptações, recomposições e posicionamento defensivo para os defensores (laterais, zagueiros e volantes) e trocas, ultrapassagens, projeções, posicionamento ofensivo para os atacantes (volantes, meias, laterais, atacantes). Você não pode passar ao avaliador a ideia de que está perdido em campo.

6- Comportamento dentro de campo: Certamente palavras como respeito, comando, diálogo, pró-atividade e liderança estão compondo a lista de exigências das pranchetas de avaliação. Nesse ponto, não adianta você sair das suas características de maneira forçada. Por exemplo, se você joga calado e quer dar ordens para os colegas (para tentar mostrar algo que você não é!), provavelmente irá te prejudicar.

7- Pernas para que te quero: As valências físicas estão sempre sendo avaliadas pelos profissionais dos clubes. Nenhum deles quer um jogador fora de peso ou que não consegue manter-se bem durante a partida toda. Para isso, deixe em ordem o condicionamento físico, aprimore-se nos treinamentos e destaque-se nas disputas de força, velocidade, aceleração, trocas de direção e etc.

8- Extra campo: Atualmente os maiores clubes estão promovendo avaliações multidisciplinares com outras áreas da saúde, como serviço social (através das assistentes sociais) e psicologia. É fundamental que o candidato tenha a”casa em ordem” para poder jogar somente futebol e minimizar os problemas extra-campo.

9- A influência dos pais: Da parte dos filhos cabe sempre ouvir conselhos, solicitar apoio e manter uma relação próspera e amigável. É muito comum os pais exercerem um efeito negativo sobre o futuro atleta, depositando nele uma alta carga de estresse e cobrança . Para isso, a Futebol Trainer desenvolverá dicas importantes para eles, para que entendam como ajudar os filhos e compreendam melhor o momento em que esses jovens estão passando.

10- Nunca deixe de estudar: O futebol deve ser encarado como uma possibilidade de sucesso e não como um caminho garantido. Atualmente, é uma grande minoria que consegue prosperar como jogador profissional, o que torna indispensável o estudo e o planejamento de um plano B caso essa carreira não de certo. Pessoal, lembrem-se sempre que estudar nunca faz mal e pode ser um grande diferencial no futuro de cada um de vocês.

Fonte: Peneiras de Futebol

Fique por dentro para se dar bem em uma peneira

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Não adianta você querer chegar à peneira e achar que vai driblar todo mundo, fazer o gol e ser selecionado, isso não prova sua aptidão para modalidade, que é coletiva, complexa, composta por inúmeros elementos além do drible e da finalização, ou seja, acalme-se e jogue o jogo, faça-o com naturalidade e não seja fominha achando que está agradando.

É fundamental que o candidato demonstre domínio sobre os gestos técnicos do futebol, ou seja, no momento em que participar dos treinamentos/testes deve-se realizar com plenitude e preservar as características ideais, um bom passe, cabeceio, drible, domínio, chute a gol, cruzamentos e etc.

Além de apresentar um bom repertório de gestos técnicos, o futuro atleta deve tentar fazer uma ampla variação de cada um deles, por exemplo, realizar passes com todas as partes dos pés (chapa, peito, trivela, calcanhar), chutes das mais variadas formas (peito, chapa, bico, trivela etc).

É importante que o candidato conheça os sistemas de jogo (ex: 4-4-2; 3-5-2;  4-3-3;  4-3-2-1), a função de cada posição e como as posições se relacionam entre si, isso facilita na hora de receber instruções dos avaliadores e causar uma boa impressão a eles.

Um dos itens mais decisivos é o posicionamento do atleta em campo, isso porque é um dos elementos do jogo mais complexos além de ser relativamente difícil de ensinar posteriormente, isso inclui noções de cobertura, trocas, antecipações, interceptações, recomposições e posicionamento defensivo para os defensores (laterais, zagueiros e volantes) e trocas, ultrapassagens, projeções, posicionamento ofensivo para os atacantes (volantes, meias, laterais, atacantes), você não pode passar ao avaliador a ideia de que está perdido em campo.

Certamente palavras como respeito, comando, diálogo, pró-atividade e liderança estão compondo a lista de exigências das pranchetas de avaliação, nesse ponto, não adianta você sair das suas características de maneira forçada, por exemplo, se você joga calado e quer dar ordens para os colegas (para tentar mostrar algo que você não é!), provavelmente irá te prejudicar.

As valências físicas estão sempre sendo avaliado pelos profissionais dos clubes, nenhum deles quer um jogador fora de peso ou que não consegue manter-se bem durante a partida toda, para isso, deixe em ordem o condicionamento físico, aprimore-se nos treinamentos e destaque-se nas disputas de força, velocidade, aceleração, troca de direção e etc.

Atualmente os maiores clubes estão promovendo avaliações multidisciplinares com outras áreas da saúde, como serviço social (através das assistentes sociais) e psicologia, é fundamental que o candidato tenha a”casa em ordem” para poder jogar somente futebol e minimizar os problemas extracampo.

Da parte dos filhos cabe sempre ouvir conselhos, solicitar apoio e manter uma relação próspera e amigável com seus pais é muito comum os pais exercerem um efeito negativo sobre o futuro atleta, depositando nele uma alta carga de estresse e cobrança que pode culminar na desistência da modalidade.

O futebol deve ser encarado como uma possibilidade de sucesso e não como um caminho garantido, atualmente, é uma grande minoria que consegue prosperar como jogador profissional, o que torna indispensável o estudo e o planejamento de um plano B caso essa carreira não de certo, pessoal, lembrem-se sempre que estudar nunca faz mal e pode ser um grande diferencial no futuro de cada um de vocês.

Fonte: Futebol Peneira